Introdução
Qual foi o maior presente ou o mais caro que você já recebeu?
Qual foi o maior ou mais caro presente que você já deu?
Qual foi o presente que você deu e que a pessoa ficou mais feliz?
Veja algumas respostas de alguns jovens, colhidas na Internet:
– Foi uma caixa de chocolate da kopenhagen para a minha avó.
Custou 250,00 reais. Eu não me arrependo de ter dado este presente.
– Um relógio da Momaii. Meu noivo na época adorou! Não me
arrependo porque eu dei de coração e para a pessoa certa. Hoje ele é
meu marido.
– Paguei sete meses de faculdade para o meu namorado, e paguei
também as aulas para ele tirar carta… até agora não me arrependo de
nada…só que o meu din din foi todo embora…é que eu queria
comprar um carro e gastei com ele…bom, mas não me arrependo.
– Foi uma camisa oficial do São Paulo, do goleiro Rogério Ceni,
último modelo, paguei R$198,00, pro meu namorado. Não me
arrependo de modo algum, pelo contrário, ver a alegria e a surpresa
dele ao ver o presente, me fez sentir no céu.
O maior presente já oferecido no mundo foi a Estátua da
Liberdade, a Lady Liberty, como os americanos a chamam. A obra
foi projetada por Gustave Eiffel (O mesmo que construiu a Torre
Eiffel) e esculpida por Auguste Bartholdi, foi oferecida pela França e
transportada para os EUA em 1885, porém a sua montagem foi
finalizada apenas em outubro de 1886. Foi inaugurada em 28 de
outubro de 1886.
Este agrado tem nada mais nada menos que tem 80 toneladas de
cobre, mede 45,3 metros de altura, mas com o pedestal atinge 91,25

metros. O braço direito erguido, que sustenta a tocha, mede 13
metros de comprimento e quatro de diâmetro. A tocha mede 9,5
metros de altura e é toda folheada a ouro. Quando foi restaurada
levou dois anos e custou 62 milhões de dólares.
O maior presente do mundo é aquele que você dá com amor, que
você escolhe com mais carinho, que você dá com alegria.
I – O Pai ama dar presentes
Olhando do Gênesis ao Apocalipse nós encontramos a verdade que
dar é parte da natureza de Deus. Deus deu a vida para Adão e para
Eva, deu Eva como esposa para Adão, deu-lhes um jardim, deu-lhes
os animais e a terra toda. Quando vamos para o Apocalipse Deus dá
a cidade Santa para os justos e a vida eterna. Através de toda
escritura você vê este aspecto da natureza de Deus. Deus tem prazer
em dar.
O maior e mais caro presente que Deus deu foi o Seu Filho, Jesus
Cristo.
“Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu Seu Filho
unigênito para que todo aquele que nEle crê, não pereça, mas tenha a
vida eterna”. João 3:16.
Não foi um presente qualquer. Foi o melhor que Ele poderia dar. Foi
um presente de amor.
“Deus nos deu Seu melhor dom, sim, Seu Filho unigênito…”,
Mensagem aos Jovens, p. 64.
“O mais precioso dom que o Céu possuía para conceder, foi
outorgado…” Test. Seletos, vol. II 336.

“Em Seu grande amor Ele provê esperança para o desesperançado,
dando Seu Filho unigênito para arcar com os pecados do mundo. E
visto como derramou todo o Céu nesse único e rico dom, não
reterá do homem nenhum auxílio necessário…” Mensagens
Escolhidas, vol. I, p. 323.
Dom é dádiva, é presente.
Jesus é o nosso precioso dom, a nossa dádiva, Jesus é o presente
mais precioso que Deus nos enviou.
(Passagem de transição para o próximo tópico):
“Sede, pois, imitadores de Deus, como filhos amados; e andai em
amor, como também Cristo vos amou, e se entregou a si mesmo por
nós, em oferta e sacrifício a Deus, em cheiro suave”. Ef. 5:1 e 2
Devemos ser imitadores de Deus. Deus dá sempre e dá o melhor.
II – O Pai ama receber presentes
“Deus ama ao que dá com alegria”. II Cor. 9:7
Quando lemos os profetas menores na moldura da adoração vemos
Deus perguntando: Por que vocês me dão animais cegos? Por que
estão me dando animais doentes, por que estão me dando animais
velhos? Isto Eu não aceito! Por que Deus não aceitava este tipo de
oferta? Porque Deus estava tentando ensinar-lhes a dar o melhor,
como Ele havia dado o melhor.
Jesus era melhor de Deus. Deus deu Seu filho como modelo de
benevolência.
Nunca poderemos dar mais do que Deus, o nosso melhor jamais vai
se comparar ao melhor de Deus.

1. O que é oferta: É presente para Deus. É demonstração de
gratidão e amor a Deus. É uma maneira materializada de
dizer muito obrigado a Deus.
Quando não damos oferta, estamos dizendo que não temos nada para
agradecer a Deus. Temos motivos para agradecer a Deus? A vida, a
saúde, a comida, as roupas, o abrigo, a proteção, a família, a igreja…
Dízimo tem a ver com a nossa fidelidade a Deus, lealdade ao Senhor.
A oferta tem a ver com nossa gratidão, é agradecimento.
2. O que é oferta aceitável (P. Point)
• Oferta aceitável é dar-nos a Deus como um todo, não somente o
dinheiro, mas nosso coração está ali incluso. Então dar é nós nos
darmos como um todo ao Senhor.
• A oferta aceitável é aquela que reconhece a Deus como o número
um de nossa vida.
• A oferta aceitável é a oferta de plena confiança em Deus. Mostra
que você confia realmente no Senhor.
• A oferta aceitável é aquela que vem como uma resposta amorosa ao
amor de Deus
•A oferta aceitável é aquela que vem como um ato voluntário do
coração, não é regulada, não é estipulada ou manipulada, deve vir
naturalmente do coração.
• A oferta aceitável nas escrituras é aquela que vem como um reflexo
de nosso compromisso com a missão e o ministério de Deus através
da igreja.
• A oferta aceitável é aquela que vem como um transbordar de nosso
relacionamento vertical com Jesus.
• A oferta aceitável é aquela que vem como conseqüência de um
relacionamento correto com Jesus.
• A oferta aceitável é espontânea e sistemática, porque as bênçãos
também são sistemáticas.
• A oferta aceitável é aquele que damos com alegria.

3. O modelo de doação (P.Point)
•Modelo Antigo- visão estreita de dar – As pessoas pensam que
oferta é dinheiro, mas na visão mais ampla, doação não é uma
questão financeira, mas é um ato espiritual de gratidão.
•Na maneira antiga de dar o foco está em mim, o quanto isto vai me
custar. Na nova maneira de doar não é a respeito de nós, mas a
respeito de Deus. Põe o foco em Deus com criador, como
sustentador, Deus como protetor, como provedor. O que tenho
recebido dEle e como posso agradecer.
•Na velha maneira de doar as pessoas pensam em ofertas como obras
para ganhar a salvação. Quanto mais você dá, mais seguro de sua
salvação você se sente. Pensa que ganha crédito com Deus. Na nova
maneira de doar, ofertar não é uma obra que me trás mérito, mas uma
é resposta da graça. É uma resposta de gratidão.
•Na maneira antiga de doar a ênfase está na obrigação, é um dever do
membro dar. Numa compreensão mais ampla entendemos que Jesus
é o Senhor de todas as coisas pelo amor e você o adora com tudo de
você, com sua casa, sua família, seus bens, com sua vida. É tudo de
mim em resposta ao tudo de Deus.
•Na velha maneira de doar a nossa ênfase era na manutenção do
sistema, na nova maneira de doar tem a ver com a missão da igreja, é
uma maneira de participar na obra de Deus e fazer discípulos.
Muitos membros na igreja pensam que ao dar é como se fossem
doadores de uma organização, de um clube. Os membros não são
doadores. Os membros da igreja são mordomos, sócios de Deus – o
negócio de Deus é meu negócio também.
4. Há uma grande diferença entre ser doador e ser mordomo.
(P.Point)
• O doador pensa que é a respeito de si mesmo; eu estou fazendo
alguma coisa de bom. Por outro lado o mordomo cristão pensa que o
meu doar não tem a ver comigo. O meu doar tem a ver com Deus.
Com a bondade de Deus. É tudo de mim em resposta ao tudo de
Deus.

• Os doadores pensam que o que eles têm é deles. Quando doam
pensam: este é o meu dinheiro que eu estou dando. Os mordomos, no
entanto, reconhecem que os recursos que eles possuem pertencem ao
Senhor. É dom de Deus.
• O doador quando ele dá diz: Este é meu projeto. Pode ser uma
biblioteca, uma igreja, uma escola, seja o que for, ele pensa, é meu
projeto. O mordomo quando doa dize: esta é a obra de Deus. Quero
fazer parte disto, eu sou parte disto; diferente de um doador de
recolta, por exemplo, que dá por que acreditou num projeto, mas não
faz parte do projeto do Senhor.
• Quando o doador dá, ele fala para a igreja como ele quer que o seu
dinheiro seja usado. Eu estou dando o dinheiro e quero que vocês
obedeçam a minha vontade. Se a liderança não concorda, ele diz: –
então eu não vou dar mais. Porque ele quer controlar a igreja. Ele
quer usar o dinheiro para comandar a igreja. Por outro lado quando o
mordomo faz uma doação ele está dando pra Deus, ele deixa que
Deus tenha o controle sobre aquilo, Ele confia nos líderes da igreja.
Esta é a obra de Deus. Deixa Deus ficar no controle.
• Os doadores só doam quando existe uma boa promoção, quando
ele é tocado pela emoção, quando o projeto parece bom, então eles
apóiam. Mas eles farão isto só de vez em quando. Eles são
infreqüentes. Eles precisam de um estímulo externo a fim de doar.
Os mordomos por outro lado não esperam pelo pastor, pelo sermão.
Eles vão dar. Todo o tempo eles vão dar. Porque é um estilo de vida.
Eles dão a sua vida. Os seus dons espirituais, eles dão alimentos,
roupas, o dinheiro, o carro. Doar para o mordomo é um estilo de
vida.
• A importância – o valor – para o doador faz sentido. Quanto maior
o cheque, melhor. Para o mordomo o importante não é o valor, mas
sim o coração.
Conclusão
1. Você é um Mordomo ou apenas um doador?
2. Você tem estado feliz por ter recebido Jesus, o dom de Deus,
a melhor coisa que o céu podia oferecer?

3. Suas dádivas são aceitáveis diante do Senhor?
4. Você está dando o seu melhor pra Deus, em resposta ao
melhor de Deus pra você?
Ilustração
Numa determinada igreja, o pastor após pregar sobre o grande
presente de Deus em enviar Jesus, e como Deus havia dado o melhor,
fez um apelo para que as pessoas trouxessem para um cesto à frente
da igreja, o melhor que poderiam oferecer para Deus. Alguns traziam
valores em dinheiro, cheque, papéis com promessas de compromisso,
etc… De repente um garoto não muito grande, veio até a frente e
entrou dentro do cesto. Pensando que era uma brincadeira de mau
gosto, os diáconos imediatamente tentaram tirar o garoto dali. A
criança começou a chorar até que o pastor chegou perto do garoto.
Então o menino disse: Pastor, o senhor não pediu que nós déssemos
o nosso melhor para Deus? O que eu tenho de melhor para oferecer
pra Deus é a minha vida. Por isso estou aqui.
Primeiro entregue você mesmo como um presente, uma oferta para
Deus e então dê com amor, com alegria, dê o seu melhor. “Deus ama
ao que dá com alegria”; “Mais bem-aventurada coisa é dar do que
receber”.
Baseado no Seminário do Pastor Erika Puni da CG – A Teologia das
Ofertas. Adaptado por Pr. Josué de Castro – UCB.

Deixe aqui seu comentário